São Marcos - RS - Prefeitura Municipal

 

Asfalto: após audiência pública, população escolheu a Venâncio Aires

19/09/2017

Avenida central irá receber asfalto no próximo ano através de verbas oriundas de três emendas parlamentares, destinadas à pavimentação, que totalizam R$ 750 mil.

Na noite desta segunda-feira, dia 18, aconteceu audiência pública promovida pela administração municipal, para tratar do asfaltamento da Avenida Venâncio Aires, no centro de São Marcos. Na ocasião, cerca de 60 pessoas ouviram a explanação do prefeito Evandro Kuwer e da equipe de engenharia da prefeitura.

Kuwer ressaltou que a verba vem de emendas parlamentares dos deputados Afonso Hamm (PP), Covatti Filho (PP) e Mauro Pereira (PMDB), que juntas somam R$ 750 mil. As emendas são específicas para pavimentação na área urbana do município.

Nos últimos dias, a administração convocou, através da imprensa, a população e através de ofícios as entidades representativas de São Marcos, para debater sobre o destino destas emendas, uma vez que foram indicadas pelos deputados para serem utilizadas para asfaltar a avenida central.

Na audiência foram tiradas dúvidas da população, acerca da manutenção do asfalto e escoamento da água das chuvas. Outros locais foram apontados como alternativas para receber a obra, como a Rua José de Alencar. Algumas entidades defendiam o asfaltamento na via, por ser considerada com melhor infraestrutura para receber asfalto.

O tema foi amplamente debatido durante aproximadamente uma hora. Foi aberto então à votação, onde 27 munícipes optaram pelo asfaltamento da Avenida Venâncio Aires e 9 pela Rua José de Alencar. Outros 14 optaram pela pavimentação em outros locais. Secretários e funcionários públicos presentes não votaram para não influenciarem a opinião da população. Uma enquete realizada na internet também revelou a vontade da população em ver a avenida asfaltada.

Conforme foi explicado na audiência, a obra contempla a pavimentação asfáltica, sistema de drenagem com novas bocas de lobo e calçadas com piso tátil, além de sinalização. Outro aspecto muito discutido em defesa da pavimentação da avenida, foi a acessibilidade. Hoje as calçadas e rampas de acesso não atendem as demandas dos portadores de necessidades especiais, dificultando o acesso aos estabelecimentos públicos e comerciais. Com a obra, este problema será sanado.

A obra ainda não tem prazo para iniciar e conforme o prefeito Kuwer, o projeto deve ser enviado para a Caixa Econômica Federal até 5 de novembro. Após, será feito processo licitatório e estabelecidos prazos. O asfalto deverá iniciar no trevo de acesso à cidade, partido da BR 116 e deverá atingir pelo menos 5 quadras.

Foto: Angelo Batecini / assessoria


Voltar Voltar
zgraf.net