São Marcos - RS - Prefeitura Municipal

 

Pulando Janelas mobiliza mil alunos de 12 escolas de São Marcos

28/09/2017

Mais de 50 professores e aproximadamente mil alunos de 12 escolas estaduais e municipais, estão envolvidos no projeto que tem por tema os “Saberes e Sabores de São Marcos”. O Pulando Janelas é uma realização do Atuaserra em parceria com as secretarias de Cultura, Desporto e Turismo e de Educação.

Desde o início do ano letivo, alunos de cinco escolas estaduais e sete municipais, sendo três de educação infantil, realizam atividade dentro do projeto Pulando Janelas, que em 2017 adotou o tema “Saberes e Sabores de São Marcos”, que se refere aos diferentes sabores da culinária local, com as influências das etnias italiana, polonesa, indígena, portuguesa e africana.

O projeto é coordenado pelo Atuaserra (Associação de Turismo da Serra Nordeste), em parceria com a Secretarias de Educação e Secretaria de Cultura, Desporto e Turismo e tratada da disseminação da educação patrimonial, ambiental e turística, tendo como público alvo crianças e adolescentes de escolas públicas e privadas da região.

O objetivo é difundir informações entre os jovens sobre aspectos turísticos, para que o segmento continue sendo tratado com cuidado e responsabilidade pelas gerações futuras. As atividades envolvem diretores, professores, alunos, gestores públicos e entidades, com o intuito de buscar a capacitação para a valorização e preservação do patrimônio cultural, natural, artístico e afetivo das comunidades envolvidas.

Em São Marcos, o projeto está sendo liderado pela representante do Atuaserra Beatriz Paulus, pela diretora de Turismo Géssica Gozzi e pela coordenadora pedagógica Ruthinéa Toscan Rizzon, e teve início em março. Conforme Géssica, são desenvolvidas atividades mensais, onde cada escola adotou uma linha de ensino, que vai desde a investigação da alimentação dos povos, confecção de hortas, alimentação saudável, até as visitações à agroindústrias, restaurantes, vinícolas além de consultas à profissionais.

Géssica desta que “as ações desenvolvidas promovem experiências novas, vivências, que contribuem para uma melhora alimentação além de evidenciar os aspectos gastronômicas e turísticos da nossa cidade”. O projete deverá ser encerrado no final de novembro.

Foto: Dom José Baréa - dibulgação


Voltar Voltar
zgraf.net