São Marcos - RS - Prefeitura Municipal

 

Vigilância Ambiental em Saúde alerta para medidas de controle e prevenção de acidentes com escorpiões

20/03/2018

Os escorpiões possuem hábitos noturnos e vivem em locais propícios para o surgimento de insetos, tais como baratas que é seu principal alimento. Podem sobreviver longos períodos sem comida e água, escondidos em lugares escuros e úmidos, como frestas, fendas, atrás de móveis, calçados, roupas, panos, redes de esgoto, fossas, entulhos, madeiras, tijolos, telhas, pedras entre outros. Podem se proliferar quando encontram ambientes favoráveis. O controle por meio de inseticidas ou outros agentes químicos é muito difícil.

PRINCIPAIS MEDIDAS DE PREVENÇÃO

Verificar cuidadosamente calçados, roupas, toalhas e roupas de cama, antes de usá-los;
Não pendurar roupas na parede;
Conservar camas e berços afastados, no mínimo, 10 centímetros da parede;
Evitar que roupas de cama toquem o chão;
Manter limpos quintais e jardins, não acumulando folhas secas, lixo e entulhos;
Colocar o lixo em sacos plásticos fechados, para evitar baratas e outros insetos;
Proteger os predadores naturais dos escorpiões, como calangos, lagartixas, corujas, sapos, macacos e galinhas;
Remanejar periodicamente material de construção que esteja armazenado, usando luvas de raspa de couro para proteger as mãos;
Verificar cuidadosamente calçados, roupas, toalhas e roupas de cama, antes de usá-los;
Limpar periodicamente ralos de banheiro, cozinha e caixas de gordura;
Rebocar frestas nas paredes, móveis e rodapés, para que não apresentem vãos;
Usar telas nas aberturas dos ralos, pias e tanques;

PRINCIPAIS SINTOMAS DE ACIDENTE

Podem surgir um ou mais dos seguintes sintomas:
Dor intensa no local da picada, que se espalha por todo o membro.
Náuseas, vômitos e salivação intensa.
Alterações cardíacas e circulatórias.

A gravidade do acidente depende dos seguintes fatores:
Espécie do escorpião.
Idade da vítima (crianças até 14 anos e idosos compreendem o grupo de maior risco).
Presença de doença cardíaca.
Sensibilidade da vítima ao veneno do escorpião.

O QUE FAZER EM CASO DE ACIDENTE

Procure a Unidade de Saúde mais próxima, se possível, capture o escorpião com cuidado e leve-o para identificação, em um recipiente seguro.
O que fazer ao encontrar um escorpião?
Comunique e solicite à Secretaria Municipal de Saúde do seu município uma vistoria para receber outras orientações.
Pedimos a colaboração de todos, para que a população adote as medidas citadas acima, tendo em vista o crescimento de exemplares que estão aparecendo em nosso município, qualquer duvida estamos a disposição pelo telefone 3291-6428.

Fonte: Ministério da Saúde.


Voltar Voltar
zgraf.net