Todas as notícias

11/12/2018

ASSISTÊNCIA SOCIAL

“Lugar de mulher é onde ela quiser”

Esse foi o recado do Professor Arnaldo Poleto em sua palestra no 6º encontro de integração dos Grupos de Mulheres do Município


            Na tarde do último sábado, dia 08, aconteceu, na capela da Linha Rosita, o encontro de confraternização de final do ano dos Grupos de Mulheres do Município. Participaram os grupos, formados por agricultoras, da Linha Rosita e Rosita Fundos; Santana; Distrito de Pedras Brancas; Tiradentes; São Roque; Edith; Marechal Deodoro; Riachuelo; Santo Antonio Polidoros; Santo Antonio Zamoner; Zambecari; Santo Henrique; São Luiz; São Jacó.

            O encontro, uma realização dos Grupos citados e da Emater, contou com o apoio da Prefeitura de São Marcos; Sindicato dos Trabalhadores Rurais; Sicredi; CIC; Super Marco; Transporte Vismar; Expresso São Marcos; Daiane Suliani; Lojas Lebes; Rádio Diplomata; ASM Frutas; Ajardinar Floricultura; Don Celesto; Adega Rizzo; Sapore Del Forno; Roseiral Maria Elizabete.

            Com o empenho da organização em buscar por apoiadores na comunidade, uma programação convidativa que se estendia até às 18h, o evento foi um sucesso. O público começou a chegar de forma tímida, mas por volta das 14h, com a chegada de dois ônibus e uma Ducato, disponibilizados por apoiadores para passar nas comunidades do interior, o público chegou a aproximadamente 300 pessoas.  

            Após o credenciamento e a bênção inicial, momento em que os Grupos entraram com as bandeiras dos Santos protetores de cada comunidade e pediram por corlheitas fartas no próximo ano, o Professor Arnaldo Poletto realizou uma palestra com o tema “Uma reflexão sobre os desafios da mulher rural”.

            Arnaldo leciona na EFASERRA, Escola Família Agrícola Serra de Caxias do Sul e esteve em São Marcos exclusivamente para o evento. Em sua fala ele falou de forma direta com as mulheres, que escutaram atentas.

            De forma descontraída ele incentivou as mulheres a saírem das sombras, a ocuparem seus lugares de produtoras agrícolas, a tornarem-se empreendedoras e a buscarem cada vez mais por capacitação.

            O professor trouxe índices para discutir acerca do salário desigual entre homens e mulheres, falou sobre machismo e patriarcalismo e da necessidade das agricultoras de saberem identificar quem está do lado delas para que consigam progredir. “Vocês têm que identificar os parceiros: sindicatos, as cooperativas, o poder público, por meio das secretarias municipais, a EMATER”, citou Arnaldo.

            Depois da palestra, em pronunciamento, o Secretário da Agricultura e do Meio Ambiente, Fabiano Varela, destacou a importância da adesão, pelas agricultoras, aos cursos do Programa Municipal de Capacitação de Agricultores, para que cada vez mais conquistem espaço dentro da agricultura familiar.

            Para encerrar a tarde, houve ainda um desfile de modas, modelos das comunidades desfilaram com looks das Lojas Lebes, premiação da melhor torcida durante o desfile e um lanche compartilhado.